Artigo do presidente do SINFACRS Marcio Aguilar é publicado na ZH.

Bons ventos para o factoring em 2024

O segmento de factoring, prática conhecida também como fomento mercantil ou antecipação de recebíveis, vislumbra um cenário otimista em 2024. Particularmente, tenho uma perspectiva de melhora no ambiente de negócios, de redução do volume de recuperações e de uma atmosfera factível de transações mais salutares. Alguns fatores indicam um cenário propício para o crescimento deste setor que é vital como suporte financeiro para empresas.

O crescimento econômico global projetado para 2024 contribui para a expansão das atividades empresariais, aumentando a demanda por serviços de factoring para otimizar o fluxo de caixa. A contínua digitalização dos processos financeiros está transformando o setor, com plataformas online e soluções inovadoras que simplificam as transações.

Com instituições financeiras tradicionais enfrentando desafios, o factoring se destaca cada vez mais como uma alternativa atraente para empresas em busca de acesso rápido a capital de giro. Pequenas e médias empresas (PMEs) reconhecem cada vez mais os benefícios dessa prática, impulsionando a procura por esses serviços.

Regulamentações governamentais favoráveis promovem um ambiente de negócios mais estável, fortalecendo a confiança das empresas no uso do factoring. Iniciativas que promovem a transparência e a segurança nas transações fortalecem a confiança no uso desse instrumento financeiro. Empresas que buscam expandir internacionalmente encontram nessa prática uma ferramenta valiosa para lidar com complexidades financeiras desse processo.

Sendo ágil e adaptável, o factoring destaca-se como uma opção viável em meio as mudanças no mercado financeiro. Sua capacidade de ajustar-se a cenários econômicos em evolução o torna resiliente e relevante. Em resumo, as perspectivas para o segmento em 2024 são positivas, impulsionadas principalmente por fatores econômicos favoráveis, avanços tecnológicos e a crescente compreensão das empresas sobre os benefícios desse instrumento financeiro. A flexibilidade e agilidade do factoringo posicionam como uma ferramenta essencial para apoiar o crescimento e a estabilidade financeira das empresas no cenário econômico atual.

Marcio Aguilar

Presidente do Sindicato das Sociedades de Fomento Comercial – Factoring do Rio Grande do Sul (Sinfac-RS)

Leia o artigo no jornal no link abaixo:

/https://gauchazh.clicrbs.com.br/opiniao/noticia/2024/02/bons-ventos-para-o-factoring-em-2024-clsnpvu8800bv017xa1tpcgsb.html#:~:text=O%20segmento%20de%20factoring%2C%20pr%C3%A1tica,fact%C3%ADvel%20de%20transa%C3%A7%C3%B5es%20mais%20salutares

2zh

Mais Notícias

400x400

Recuperação judicial é tema de palestra no SINFACRS

aeroporto-torres

Estado vai tocar operaçao do Aerporto de Torres

2anonimos do bem

Artigo do presidente do SINFACRS Marcio Aguilar é publicado na ZH.

reunião

SINFACRS faz reunião com empresários do setor

monitor-de-jrost

Monitor de juros mensal – Fecomércio RS

seuciritização

Securitização é tema de curso do SINFACRS