Artigo

Missão cumprida

Praticamente encerramos o ano de 2023. Com novo governo e novas perspectivas o ano de 2023 foi marcado pela cautela do empreendedor, que igualmente conviveu com o  aumento de número de empresas em dificuldade econômica.   Em que pese o fato de que alguns números da economia estejam sendo festejados, como a redução da taxa Selic, inflação controlada, e aumento do número de empregos formais gerados no último trimestre do ano, a realidade empresarial foi outra.

Assolada ainda pela crise pós pandemia, a atividade econômica tem andado a passos curtos. O desaparecimento das linhas de crédito, o aumento da reciprocidade nas operações bancárias, o custo do dinheiro, exigiu novas práticas do empresário empreendedor.   Alguns sinais indicam, contudo, melhora para o ano de 2024, mas a forma como o gasto público vem sendo gerido e o aumento das despesas da máquina pública tem gerado, ainda, um cenário de incerteza.

Para o setor do fomento comercial, 2024 promete ser um ano de desafios, exigindo constante aprimoramento e qualificação na concessão de crédito. Nossa esperança real reside na expectativa da redução do número de empresas em recuperação judicial e ou extrajudicial, e o adequado entendimento de que não se recupera negócios sem crédito, permitindo um ambiente mais seguro para novos negócios.

No campo sindical, merece destaque a decisão do Supremo Tribunal Federal que restabelece a obrigatoriedade de contribuição às entidades sindicais, revendo uma questão que havia sido superada pela Reforma Trabalhista. Enfim, novos tempos.

Já no campo de nossas atribuições enquanto entidade sindical patronal, temos a registrar que no ano de 2023 cumprimos uma agenda de eventos e serviços destinados a comunidade empresarial Gaúcha, e uma outra agenda de representação institucional no Estado e no Brasil, fechando o ano com o maior evento de Inovação, tecnologia e assuntos multidisciplinares que um sindicato do fomento isoladamente já realizou.

Estou me referido ao SUMMIT SERVICE SINFAC RS, evento que contou com mais 650 inscritos, aproximadamente 510 participantes dividindo-se entre as atrações de 3 palcos concomitantes e duas salas de atividade temáticas. No final do evento, Clóvis Tramontina trouxe sua história empreendedora, que o fez ser um empresário reconhecido no Brasil e no exterior.

Dentro deste contexto, com o sentimento de que mais uma vez cumprimos nosso mister e o propósito inserido nos valores praticados pela nossa entidade, nos resta, em nome da diretoria, renovar nosso compromisso para o enfrentamento dos desafios que o ano de 2024 nos reserva, desejando, de igual forma, neste momento, boas festas a todos e um novo ano prospero, com muitos negócio e bom lucro.

imagem artigo juridico

Artigo

O dia depois de amanhã! Quem resgatará a economia do Rio Grande do Sul?

Alexandre Fuchs das Neves

29/05/2024

newsmarço2023 (1)

Artigo

Impacto da enchente na economia gaúcha

Carlos Gilbert Rousselet Conte

28/05/2024

alexandre

Artigo

Recuperação judicial:  sinais que a empresa manifesta que vai entrar com o remédio jurídico

Alexandre Fuchs das Neves

22/04/2024

newsmarço2023 (1)

Revisão da meta fiscal e os desdobramentos na economia

Carlos Conte Filho

22/04/2024

newsmarço2023 (3)

Artigo

Recuperação judicial e a execução contra os responsáveis solidários. Participe da Assembleia Geral e se oponha ao plano e a liberação de garantias.

Alexandre Fuchs das Neves

28/03/2024

newsmarço2023 (1)

Artigo

Produção da Indústria em 2024

Carlos Gilbert Conte Filho

28/03/2024

alexandre

Artigo

Watchdog: quem é ele na recuperação judicial de empresas.

Alexandre Fuchs das Neves

29/02/2024

newsmarço2023 (1)

Artigo

O embate entre Brasil e Israel: o que pode acabar respingando na economia?

Carlos Conte Filho

29/02/2024

Foto: Lucas Saporiti Fotografia

Artigo

Tecnologia e inovação no radar do Fomento Comercial

Marcio Aguilar - Presidente do SINFACRS

01/02/2024

newsmarço2023 (1)

Artigo

Inflação fecha 2023 dentro da meta

Carlos Conte Filho

01/02/2024